quarta-feira, 15 de maio de 2013

Montevidéu

Estive no último final de semana, na capital da República Oriental do Uruguai, tendo em vista a presença em um evento de boxe em uma academia local.

Montevidéu é a segunda capital federal que conheço (a primeira foi Buenos Aires), e tal como a capital da Argentina, vários pontos da cidade se parecem com Porto Alegre.

Minha primeira impressão de Montevidéu foi muito boa: Acordei no ônibus ao som de um remix com os maiores sucessos dos Gypsy Kings, que tocava em uma rádio da cidade.

Na rodoviária, nosso anfitrião e guia turístico Carlos Zanetti já nos esperava.

Chegada.

 E o primeiro de tudo, é óbvio, foi fazer o desjejum.

Café da manhã no Terminal 3 Cruces

Um fato que chama a atenção é que a Rodoviária fica junto a um Shopping Center. 

Terminal 3 Cruces, um Shopping-Rodoviária


Fiquei apenas dois dias na cidade, portanto, não conheci quase nada da mesma. Andei um pouco pelo centro, onde pude notar prédios antigos convivendo ao lado de prédios modernos.


Cine Capitólio ?



 Além disso, percebi que há várias praças e parques na cidade, e poucos mendigos nos lugares que passei.

Não sei que parque é esse, mas tem Pedalinhos, que nem a Redenção

Algumas praças Confúcio, outras sem fúcio...

Das praias, conheci apenas uma, a praia de Pocitos. É bonita e bem localizada para quem tem poucos dias na cidade. Não chega a ser uma praia maravilhosa,  a água nesta época do ano é bastante gelada. Entretanto, praia é sempre praia e o Rio da Prata consegue ser um bom substituto para o mar. É um lugar agradável e relaxante.

Este que vos escreve, com o Rio da Prata, ao fundo


Na academia onde se realizou o evento festivo, tive o prazer de conhecer o boxeador uruguaio Caril "El Ratón" Herrera, campeão uruguaio peso Pena, campeão Latino pelo WBC (Conselho Mundial de Boxe) peso Super Mosca e campeão Fedelatin (latino-americano)  pela WBA (Associação Mundial de Boxe).

Da esquerda para a direita: Eu (com o cinto WBC), Eduardo Milder, Amanda Lopes, Caril Herrera (com o cinto WBA) e Carlos Zanetti.

O evento em si foi festivo, contando apenas com lutas de exibição entre lutadores locais e tendo como atração principal a presença dos boxeadores brasileiros [nós ;) ]. Espero poder voltar mais vezes à cidade.

Luta de exibição contra Jonathan Herrera, campeão uruguaio.




Nenhum comentário: